Vivendo uma Nova Vida

Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. — 2 Coríntios 5:17 (AA)


Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou com Cristo. Ele nos perdoou todas as transgressões, e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz, e, tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre eles na cruz. Colossenses 2:13-15

 


2 Cor 5:16-20 (MSG-PT) 

Por causa dessa decisão, não julgamos ninguém pelo que possui ou pela aparência. Houve um tempo em que julgamos o Messias dessa maneira, e estávamos errados, como sabem. Não vemos mais assim. Agora olhamos para dentro, e o que vemos é que qualquer um, unido ao Messias, tem a chance de um novo começo e é criado de novo. A velha vida se foi. Uma nova vida floresce! É demais! Tudo vem de Deus, que nos quer em relacionamento com ele e nos chamou para viver relacionamentos com nossos semelhantes. Deus se reconciliou com o mundo por meio do Messias, permitindo um novo começo pela oferta de perdão dos pecados. Deus nos deu a tarefa de contar a todos o que ele está fazendo. Somos representantes de Cristo. Deus nos usa para persuadir homens e mulheres a deixar as diferenças de lado e ingressar na obra de Deus e para reconciliar o ser humano com ele. Estamos falando por Cristo mesmo agora:tornem- se amigos de Deus; ele já é amigo de vocês


Corinthians 5:17 (AMP)
Therefore if anyone is in Christ [that is, grafted in, joined to Him by faith in Him as Savior], he is a new creature [reborn and renewed by the Holy Spirit]; the old things [the previous moral and spiritual condition] have passed away. Behold, new things have come [because spiritual awakening brings a new life].


 



Colossenses 2:5-23 (MSG-PT)

Estou muito longe, é verdade, e talvez vocês nunca me vejam, mas acreditem, estou do lado de vocês. Estou satisfeito em como vocês têm conduzido tudo de modo cuidadoso e ordeiro e estou impressionado com a substância da fé que vocês têm em Cristo.

Meu conselho a vocês é simples e direto:prossigam com o que receberam, e vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor. Agora, vivam nele. Vocês estão profundamente enraizados, bem fundamentados nele e conhecem o caminho da fé. Agora, façam o que aprenderam. A aula acabou, deixem os livros de lado e comecem a vivê- lo! E que a vida de vocês transborde em ação de graças.

Cuidado com os que tentam deslumbrar vocês com belos discursos e linguagem pseudointelectual. Eles querem envolver vocês em discussões intermináveis, que não servem para nada. Divulgam suas ideias por meio de tradições vazias de seres humanos e superstições vazias de seres espirituais. Não é esse o caminho de Cristo. Tudo que é de Deus tem expressão nele, de modo que vocês podem vê- lo e ouvi- lo claramente. Não precisam de telescópio, de microscópio nem de horóscopo para compreender a plenitude de Cristo e o vazio do Universo sem ele. Se vocês o buscam, a plenitude dele os alcança. Seu poder abrange todas as coisas.

Entrar nessa plenitude não é algo que se possa entender ou conseguir. Não é algo que se obtém com a circuncisão ou com a observância de uma longa lista de regras. Não, vocês já estão dentro — sim, dentro — não por meio de algum ritual secreto de iniciação, mas pelo que Cristo já fez por vocês, destruindo o poder do pecado. Se estão à procura de um ritual de iniciação, vocês participaram de um quando foram batizados. Estar sob as águas foi o sepultamento da velha vida de vocês; ser levantado das águas foi a ressurreição; Deus ressuscitou vocês, como fez com Cristo! Pensem nisso! Todos os pecados perdoados, a lista toda apagada, a velha ordem de prisão cancelada e pregada na cruz de Cristo. Ali ele desapossou todos os tiranos espirituais do Universo de sua autoridade falsa e os obrigou a marchar humilhados pelas ruas.

Portanto, não se submetam a ninguém que os pressione por causa de detalhes como dieta, modo de cultuar ou dias santos. Todas essas coisas são apenas sombras das coisas que haveriam de vir:a substância é Cristo.

Não tolerem os que tentam governar a vida de vocês, exigindo reverência e insistindo em que vocês se juntem a eles em sua obsessão por anjos e visões. É tudo conversa fiada. Eles não têm nenhum contato com a fonte da vida, Cristo, que nos reúne a todos numa única peça, e seu fôlego e seu sangue passam através de nós. Ele é a Cabeça; e nós, o corpo. Só teremos um crescimento saudável em Deus se ele nos nutrir.

Assim, se com Cristo vocês deixaram para trás aquela religião pretensiosa e infantil, por que agora se permitem intimidar por ela? “Não toquem nisto! Não provem aquilo! Não cheguem perto daquilo!” — acham que essas coisas que hoje estão aqui e amanhã desaparecem são dignas de atenção? Ditas em voz alta, essas ordens podem impressionar. Chegam a parecer religiosas, evocando humildade e sacrifício. Mas não passam de outra forma de autoprojeção, de parecer importante.



 

Colossians 2:5-23  (AMP)

For even though I am absent [from you] in body, nevertheless I am with you in spirit, delighted to see your good discipline [as you stand shoulder to shoulder and form a solid front] and to see the stability of your faith in Christ [your steadfast reliance on Him and your unwavering confidence in His power, wisdom, and goodness].

Therefore as you have received Christ Jesus the Lord, walk in [union with] Him [reflecting His character in the things you do and say—living lives that lead others away from sin], having been deeply rooted [in Him] and now being continually built up in Him and [becoming increasingly more] established in your faith, just as you were taught, and overflowing in it with gratitude.

See to it that no one takes you captive through philosophy and empty deception [pseudo-intellectual babble], according to the tradition [and musings] of mere men, following the elementary principles of this world, rather than following [the truth—the teachings of] Christ. For in Him all the fullness of Deity (the Godhead) dwells in bodily form [completely expressing the divine essence of God]. And in Him you have been made complete [achieving spiritual stature through Christ], and He is the head over all rule and authority [of every angelic and earthly power]. In Him you were also circumcised with a circumcision not made with hands, but by the [spiritual] circumcision of Christ in the stripping off of the body of the flesh [the sinful carnal nature], having been buried with Him in baptism and raised with Him [to a new life] through [your] faith in the working of God, [as displayed] when He raised Christ from the dead. When you were dead in your sins and in the uncircumcision of your flesh (worldliness, manner of life), God made you alive together with Christ, having [freely] forgiven us all our sins, having canceled out the certificate of debt consisting of legal demands [which were in force] against us and which were hostile to us. And this certificate He has set aside and completely removed by nailing it to the cross. When He had disarmed the rulers and authorities [those supernatural forces of evil operating against us], He made a public example of them [exhibiting them as captives in His triumphal procession], having triumphed over them through the cross.

Therefore let no one judge you in regard to food and drink or in regard to [the observance of] a festival or a new moon or a Sabbath day. Such things are only a shadow of what is to come and they have only symbolic value; but the substance [the reality of what is foreshadowed] belongs to Christ. Let no one defraud you of your prize [your freedom in Christ and your salvation] by insisting on mock humility and the worship of angels, going into detail about visions [he claims] he has seen [to justify his authority], puffed up [in conceit] by his unspiritual mind, and not holding fast to the head [of the body, Jesus Christ], from whom the entire body, supplied and knit together by its joints and ligaments, grows with the growth [that can come only] from God.

If you have died with Christ to the elementary principles of the world, why, as if you were still living in the world, do you submit to rules and regulations, such as, “Do not handle [this], do not taste [that], do not [even] touch!”? (these things all perish with use)—in accordance with the commandments and teachings of men. These practices indeed have the appearance [that popularly passes as that] of wisdom in self-made religion and mock humility and severe treatment of the body (asceticism), but are of no value against sinful indulgence [because they do not honor God].

 



 

.

Advertisements

Author: klarak

Here and there...

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s